O Certificado Zero Desperdício: Um Compromisso Sustentável

O Certificado Zero Desperdício tornou-se um marco de compromisso ambiental para organizações em todo o mundo.

O que é o Certificado Zero Desperdício?

O Certificado Zero Desperdício representa um marco significativo no compromisso ambiental de uma organização. É um reconhecimento atribuído às empresas que gerem os seus resíduos de forma exemplar, dando prioridade à redução, reutilização e reciclagem para evitar o envio de resíduos para aterros ou incineradores.

A quem é atribuída a Certificação Zero Resíduos?

Atualmente, a entidade que emite o certificado Zero Resíduos é a AENOR. Esta certificação é atribuída às organizações que demonstram um compromisso excecional com a gestão dos seus resíduos, recuperando mais de 90% dos resíduos que geram.

É importante esclarecer que ter este selo não significa a ausência total de resíduos, mas sim uma gestão organizada que dá prioridade à redução da produção de resíduos e à sua reintrodução na cadeia de valor. A AENOR estabeleceu dois níveis ou marcas dentro desta certificação:

Rumo a Zero Resíduos: Este nível é atribuído a organizações que estejam a recuperar pelo menos 60% dos seus resíduos. O objetivo principal é que estas entidades se aproximem progressivamente do estado de “Zero Resíduos”. Medem o seu empenhamento na gestão de resíduos à medida que implementam os meios necessários para evitar que os resíduos acabem em aterros.

Zero Resíduos: Este nível é atribuído a organizações que se encontram numa fase mais avançada da economia circular. Estas organizações têm os meios para recuperar pelo menos 90% dos resíduos gerados. Representa um estado mais maduro na gestão de resíduos, dando prioridade à redução e à reutilização e assegurando que a maior parte dos resíduos é convertida em novos recursos.

As etapas para a certificação

Para obter o Certificado Zero Waste, é necessário um verdadeiro empenhamento na gestão sustentável dos resíduos. Os requisitos relevantes incluem

Redução sistemática: Implementar estratégias tangíveis para minimizar a produção de resíduos em todas as fases da operação.

Prioridade à Reciclagem e Reutilização: Encorajar ativamente a reutilização e reciclagem de materiais, integrando processos que convertam resíduos em recursos valiosos.

Gestão Integrada de Resíduos: Estabelecer sistemas robustos para gerir eficazmente os resíduos, incluindo a separação, a triagem e o tratamento adequado.

Quais são os benefícios para as organizações?

A obtenção deste reconhecimento não é apenas uma conquista em termos de sustentabilidade, mas também traz benefícios tangíveis para as organizações:

Reputação e Confiança: Reforça a imagem da empresa, atraindo clientes conscientes e demonstrando um compromisso sério com a responsabilidade ambiental.

Eficiência e poupança: Optimiza os processos e reduz os custos, melhorando a gestão dos recursos e minimizando a produção desnecessária de resíduos.

Conformidade regulamentar e competitividade: O cumprimento das normas ambientais reforça a posição da empresa num mercado cada vez mais preocupado com a sustentabilidade.